ATENÇÃO! Qual o tipo de mancha você tem na pele?

Updated: Aug 26, 2018

Então você se olha no espelho e percebe que existe algo no seu rosto que incomoda, inicialmente parece um aspecto envelhecido ou apenas que a pele esta "feia", até se dar conta que na verdade você desenvolveu uma MANCHA na pele.


Para quem não trabalha na área da estética, aparentemente as manchas são todas iguais, mas não são e pensando nisso, essa publicação serve para responder a pergunta: QUAL O TIPO DE MANCHA EU TENHO NA PELE?

Fique atento(a) nos tipos manchas tratáveis nos consultórios estéticos em geral e algumas dicas de como amenizar ou prevenir essas manchas.



Da Esquerda > Direita: SARDAS, HIPERPIGMENTAÇÃO PÓS-INFLAMATÓRIA, MELASMA, MANCHA SENIL, OLHEIRA

SARDAS (EFÉLIDES):Quem não conhece alguém que tem as famosas "sardinhas". Essas pequenas manchas estão muito ligadas ao tipo de pele. As sardas são pequenas manchas que ocorrem especialmente em pessoas de pele e olhos claros. Surgem desde a infância, mas elas podem surgir mais tarde, dependendo da exposição solar. Podem sair na região da face, braços, ombros, costas e colo.

Nesse tipo de mancha, o número de células produtoras de melanina (melanócitos) não esta aumentado, porém produzem e liberam mais melanina que os demais.


Sardas

Dica: Uso de filtro solar diário e chapéu para proteção. Para diminuir as sardas já formadas, pode-se tratar com ácidos e cremes cosméticos diários.


MELASMA: Esse tipo de mancha é o terror de muita mulher (e alguns homens), justamente porque é uma mancha muito mais aparente que as sardas, pioram com a exposição ao sol e são de difícil controle.

Melasma são manchas acastanhadas, de limites imprecisos, simétricas, que ocorrem na face (região lateral da face, testa, queixo, acima do lábio superior (buço). Tem forte relação com alterações hormonais (gravidez e uso de anticoncepcionais) exposição ao sol e ao calor, hábitos alimentares deficientes.  Nessa alteração da pele, os melanócitos são MAIS SENSÍVEIS, e os estímulos mencionados anteriormente desencadeiam a piora das manchas com facilidade.


No melasma a célula que pigmenta a pele esta muito sensível, quanto mais ela sofrer dano, pior torna-se a mancha.

Dica: Nesse caso AGREDIR a mancha não é uma boa alternativa, pois existe uma tendência muito forte das manchas retornarem piores que anteriormente.

As formas básicas de controlar são o uso do filtro solar (sempre), realizar exames hormonais periódicos para identificar desequilíbrios, dieta mais balanceada e contendo alimentos DETOX para previnir a formação do pigmento da mancha.




MANCHA SENIL: É uma lesão benigna induzida pela exposição crônica e excessiva ao sol durante muitos anos. São manchas rasas, de coloração marrom uniforme e aparecem com frequência no dorso da mão e laterais da face. Os bordos são circulares e bem definidos (veja a foto abaixo). 

Pode ser observada a partir dos 30 anos de idade e em 90% das pessoas acima de 70 anos. O número de de celulas formadoras de pigmento é benignamente aumentado nas regiões da mancha.



Dica: Existem vários tratamentos para as manchas senis. O tratamento que está na BOMBANDO para essas manchas é o JATO DE PLASMA, que cauteriza a região das manchas e após a recuperação a pele bem uniforme novamente.



HIPERPIGMENTAÇÃO PÓS-INFLAMATÓRIA: Sabe aquela picada de inseto ou aquela espinha que saiu em determinada região e, posteriormente, foi substituída por uma mancha escura? Pois é, o nome disso é a Hiperpigmentação pós-inflamatória (vamos chamar de HPI). Elas também podem ocorrer após o surgimento de algum hematoma ou corte mais superficial na pele.


A HPI ocorre predominantemente em peles mais escuras e sempre estará ligado a uma inflamação no mesmo local (acne, dermatites, traumas), que deflagram estímulos químicos que ativam os Melanócitos, que na tentativa de nos proteger, forma a mancha no local. Pode ser de difícil tratamento, se o pigmento se alojou da derme, pois os cosméticos terão maior dificuldade para clarear aquela região. 


HPI de acne sem o uso do filtro solar.

DICA: É preciso repetir sobre o filtro? Bem, além disso, lembra aquela orientação de não "cutucar" as espinha ou as cascas de ferida? Ela serve principalmente para evitar essa manchas. Aqui como o pigmento já foi depositado, várias técnicas podem ser utilizadas como peeling de diamante, tratamento com ácidos, luz intensa pulsada e cremes despigmentantes.


HIPERPIGMENTAÇÃO PERIORBICULAR (OLHEIERAS): Alguns tipos de olheiras podem entrar nessa classificação pois também apresentam como resultado final o deposito de pigmento na pele. Mas esse assunto é um pouco mais longo, e merece uma explicação mais detalhada (caso vocês achem necessário).


As olheiras podem apresentar deposito de pigmento também.

DICA: Existe um princípio ativo chamado HALOXYL que pode ser encontrado em alguns cosméticos ou até em cremes manipulados, e ele é interessante para melhorar a área dos olhos. Ele é ainda um ótimo antioxidante e anti-inflamatório, ótimo para essa região.


DICAS GERAIS


  • Como o FILTRO SOLAR aparece em todos os tipos, aqui vai uma dica sobre o filtro. SEMPRE procurem no rótulo o quanto de proteção aos raios UVA o filtro oferece. Aquele FPS protegem apenas dos raios UVB. Existe esse vídeo que explica um pouco sobre esses detalhes.

  • Os peelings químicos podem ser indicados em vários casos, mas procure sempre um profissional para tratar essas manchas, no MELASMA, por exemplo, quanto maior a agressão pior fica a mancha.

  • Uma ótima opção para amenizar as manchas é o uso de produtos antioxidantes e nesse quesito a VITAMINA C sempre é muito feliz. Essa vitamina trás muitos benefícios para à pele: CLAREAMENTO, MELHORA da FLACIDEZ através do estímulo de formação do COLÁGENO e ELASTINA.

  • O que eu (EDUARDO MORAES) uso para mancha? Para quem não sabe, eu tenho MELASMA e preciso constantemente utilizar algo que previna a piora da mancha. Na época que estou com a mancha controlada, eu utilizo o Revitalize C da ELLEMENTTI. Aqui fiz uma resenha sobre esse produto. Gosto muito dele.

  • Outro produto com uma ação mais potente é o LIGHTDERME, da mesma marca, já esse produto atua em muitas das "rotas" de formação da mancha da pele, é mais específica e eficiente para a mancha, em relação ao Elixir revitalize C. Em breve escrevo uma resenha dele também.

E ai gostaram do Post?

Deixe algum comentário sobre manchas, dúvidas e outras dicas sobre esse assunto.


UM grande Abraço

Eduardo Moraes

Fisioterapeuta.